Vida de professor da rede pública

Súplica Cearense

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

A República Populista e o Golpe de 1964

DESAFIOS
Atividades para o 3º Ano do Ensino Médio - Colégio Fluminense de Éden
1.
Ilustração de Egberto. Publicada no Jornal Última Hora, fevereiro de 1962.
Instruções:
1º. Atividade em dupla;
2º. Respostas nos comentários;
3º. Data de envio 22 de outubro;
4º. Valor a combinar.
Atividades:
1ª Fase: Pesquise e identifique os personagens da História do Brasil que aparecem na ilustração;
2ª Fase: Escreva um pequeno texto (mínimo de 10 linhas) sobre a relação desses personagens com o Golpe civil-militar de 1964.
Fontes:
Para se divertir e aprender
2.
O link abaixo dá acesso ao Google Books (versão digitalizada do livro Jango e o golpe de 1964 na caricatura)
Instruções:
1º. Atividade em dupla;
2º. No trabalho deverá constar a página que foi retirada a caricatura;
3º É necessário a descrição detalhada da caricatura antes da análise;
4º É importante descrever o contexto histórico.
Atividade:
Escolha uma das caricaturas e faça uma análise da mesma.

5 comentários:

Jean disse...

Por: Jean do Couto

A charge mostra de forma humorada, a renúncia de Jânio Quadros do poder, simbolizada por um quadro sendo retirado, e dentro do quadro observa-se a fotografia de Adolf Hitler, fazendo referência a alguns pontos de vista os quais Jânio Quadros ia à favor de Hitler.
A principal personagem da charge relacionada com o golpe militar de 1964 é Jânio Quadros, pois ao renunciar o poder, Jango assume. Após o plebiscito o qual extingue-se o parlamentarismo, Jango assume plenamente, tomando decisões à favor das classes populares, o que desagrada as clases dominantes, desencadeando o Golpe militar de 1964.

Caroline disse...

1ºfase)Hitler e Carlos Lacerda(que foi o pivô do atentado que provocou o suicidio do presidente Getulio Vargas) carregam um quadro de Jânio Quadro(que renunciou, em 1961).
2ºfase)União dos eventos ocorridos no dia 31 de março de 1964 no Brasil denominado Golpe do Estado, cujo objetivo e de depor o governo do presidente João Goulart.
Estendeu-se até o final do processo de abertura política em 1985 que é marcado por supressão dos direitos constitucionais, autoritários, prisão e tortura dos opositores.
Isso começa com a renúncia de Jânio Quadros, em 1961 e agrava-se durante a administração de João Goulart(1961-1964)

felipe disse...

A imagem mostra jânio Quadros carregando um quadro de Hitler, e João Goulart do outro lado.
Após a renuncia de Jânio Quadros, João Goulart(Jango)assumiu a presidência do país. Por ser considerado um sucessor de Getúlio Vargas, as classes dominantes, políticos da UDN e militares, eram contra a posse de João. Os grupos que eram contra e os que eram a favor de Jango, radicalizavam seus movimentos. Revindicalizando os direitos por votos, os militares invadiram Brasília. No dia 31 de março de 1064, explodiu a rebelião das forças armadas, que deixou João Goulart sem condições de regir, dixando Brasília em 1º de Abril do mesmo ano, fugindo para o Uruguai como exilado político.

leonardo4 disse...

1) Hitler, Jânio Quadros e Carlos Lacerda.

2)A charge mostra a renúncia de Jânio Quadros, que causou espanto e provocou uma profunda crise institucional em São Paulo.
A foto de Hitler refere-se a alguns pontos do governo de Jânio Quadros.
Logo após a renúnciade Jânio Quadros, assume a presidencia Jango - João Goulart, surgindo o golpe de 1964, explodindo no dia 31 de março de 1964, contra o governo de Jango.

Leonardo e Jamile.

leonardo4 disse...

Professor, a terfa 2 não consegui realizá-la, pois o livro está noGoogle Books e como são muitas páginas a serem carregadas, o computador aqui não quer abrir.